1877

Prefeitura Municipal de Saubara

Pular para o conteúdo
Última atualização: 11 abril 2024 às 13:42:36
|
Prefeitura Municipal de
Saubara


Programas, Projetos e Ações


Nesta seção o cidadão encontra à implementação, acompanhamento e resultados dos programas, projetos e ações dos órgãos e entidades públicas, bem como metas e indicadores propostos

Utilize o(s) campo(s) abaixo para pesquisar

Foram encontrados 19 resultados para a pesquisa.

Órgão: Prefeitura Municipal de Saubara

Plano de Banda Larga nas - PBLE


Responsável: Secretaria de Administração e Finanças

Metas: Instalação de Internet Banda Larga em todas as escolas públicas urbanas e rurais identificadas pelo censo escolar realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) até o ano de 2018; Manutenção do serviço de forma totalmente gratuita até o ano de 2025; Atendimento de todas as escolas que forem criadas ao longo do período de manutenção do Programa; Ampliação da velocidade inicial a partir de dezembro de 2014 para a velocidade mínima de dois megabits ou a melhor velocidade disseminada no centro de fios que estiver conectada a escola; Conexão da escola no ambiente do laboratório de informática; Atendimento diferenciado para a solução de eventuais problemas. Para atender as necessidades das escolas na manutenção da conexão, o Termo Aditivo firmado com as operadoras prevê um nível de atendimento de reparo superior ao usualmente firmado entre concessionárias e consumidor em contratos comerciais convencionais, tanto no que se refere à agilidade quanto a canais de atendimento. Prevê regras específicas levando em consideração distância e facilidade de acesso às escolas e também canal especializado e dedicado.

Indicadores: O programa possui um cronograma de conexões que avança trimestralmente. Até o segundo trimestre de 2015 já estavam conectadas 7 escolas, que correspondem a 100% do compromisso inicial (7 escolas na sede). Esse número de conexões beneficia alunos da rede pública e de cursos profissionalizantes que são desenvolvidos no município em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. Conforme o Termo Aditivo, as escolas criadas após a primeira listagem de compromisso também serão atendidas e mantidas por todo o período de vigência do Termo, que se estende até 2025. Em agosto de 2009, o Ministério da Educação renovou a listagem de obrigação das operadoras junto à Anatel, ampliando o compromisso de 56 mil instituições a serem atendidas para 64 mil em todo o Brasil.

Resultados: Até 2015 todas as escolas urbanas do Município de Saubara Já foram contempladas com o PBLE com velocidade mínima de 2 mega. Quatro escolas participam de um programa em específico e por isso possuem velocidades de 10 mega.

Informações Adicionais: Em atenção a regularização do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) com base no decreto n.º 7.175/2010, do Programa Banda Larga nas Escolas (PBLE) baseado no Decreto 6424 de alteração do Plano Geral de Metas para a Universalização do Serviço Telefônico Fixo Comutado Prestado no Regime Público (PGMU) e ID ANATEL: 3157323-2015, foi desenvolvido o Projeto Saubara Digital, que conta com uma completa modernização das infraestruturas tecnológicas do Município. Para tanto, aparelhagens de tecnologias especiais estão em fase de instalação no município e seus distritos, a exemplo a fibra ótica (Cabo Full Duplex) que liga Saubara (SUF) > Cabuçu (CKBU1) > Bom Jesus dos Pobres (BMPS1), esta fibra alimentará os distritos. Até o presente momento, só Cabuçu fora alimentado e instalado o 3G+ (3G Plus), Bom Jesus será habilitado (em conformidade com o cronograma do projeto e das nossas ações vinculadas a gestão). Essa fibra possibilitará a instalação da internet de banda larga nas escolas dos distritos e conformidade ao PBLE.


PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA


Responsável: Secretaria de Desenvolvimento Social

Metas: Programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza. O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.

Indicadores: ao assumirmos a gestão municipal em 2013 foram adotados procedimentos administrativos em relação ao funcionamento do Cadastro Único - Bolsa Família, buscando atender de forma efetiva e eficiente os seus beneficiários. A princípio foram realizadas capacitações para toda a equipe do BF, mutirão para recadastramento dos beneficiários no início de 2013, como forma de mobilização utilizamos chamadas diárias em carro de som, produção de folder e colocação de cartazes em murais públicos e privados de grande visibilidade populacional. Em 2014 realizamos um grande mutirão com a participação da SEDES e dos municípios que compõe o Território do Recôncavo, onde foram realizadas visitas em domicílio e atendimento na rua da sede do município mobilizando mais de 30 técnicos e Gestores do BF. Durante todo esse período foram disponibilizadas as listas com a relação de contemplados do programa para a câmara municipal, prefeitura e na Secretaria de Desenvolvimento Social. Durante o ano de 2015 diversas atividades foram realizadas nos distritos, assentamento do MST, chamadas em carro de som e disponibilização da lista de novos contemplados (236), visitas domiciliares e atendimentos para cadastramento e recadastramento. Informamos também que a avaliação do BF no município de Saubara feito pelo MDS destaca-se por termos atingido um índice superior ao nacional de atendimentos, cerca de 87%. Hoej temos uma cobertura de atendimento de 3.454 famílias.

Resultados: Com ações desenvolvidas para alcançarmos mais beneficiários, tivemos um êxito de 236 novos contemplados.


Projeto Guarda Mirim


Responsável: Secretaria de Desenvolvimento Social

Metas: Com a implementação deste projeto esperam-se os resultados abaixo: - Aproximação dos arranjos familiares constituídos, construindo e negociando canais efetivos de participação da família na construção do ser criança/adolescente; -Articulação dinâmica com as escolas, constituindo canais de compartilhamento; -Desenvolvimento de atividades culturais que viabilizem o exercício da criação e da produção cultural; -Aumento da auto-estima das crianças e adolescentes, oriundos de contextos empobrecidos e qualificar as suas relações interpessoais consigo mesmas com os outros e com o mundo e as expectativas de vida orientadas para valores mais positivos; -Aquisição das competências motoras, sociais, cognitivas e afetivas demonstradas a partir das atividades socioeducativas e de novos comportamentos que se refletirão nas criações artísticas, elaboradas através de fantasias, imaginações, universos de idéias, evidenciando a participação ativa com a cultura.

Indicadores: Existe uma incidência muito grande de evasão escolar, desagregação familiar, gravidez precoce, trabalho infantil em feiras e comércio local e uma ociosidade preocupante, principalmente entre aqueles residentes nas zonas periféricas. As crianças e adolescentes a serem atendidos pelo projeto são, em sua grande maioria, afro-descendentes, membros de famílias extremamente pobres, desagregadas, cujos responsáveis legais encontram-se desempregadas ou em situação de subemprego. Existe grande incidência de casais separados, sendo que os jovens residem a mãe e seu novo companheiro, onde as relações são conflitantes e/ou violentas, o que provoca baixa de auto-estima, sendo refletida em suas relações com parceiros, colegas e familiares através de agressividade ou comportamento infantilizado, não de acordo com a idade. A defasagem idade/sério escolar é mais um agravante para o futuro destes jovens, obrigando-os à convivência com faixas etárias diferenciadas (mais jovens) o que dificulta o crescimento emocional e interfere na auto-estima.

Resultados: 1. Garantir a permanência das crianças na escola 2. Capacitar e desenvolver o conhecimento do menor aprendiz ( a partir de 14 anos) assistido pela Associação Guarda Mirim Municipal de Saubara na área de auxiliar administrativo 3. Proporcionar condições de complementação da renda familiar, profissionalização e fortalecimentos dos vínculos familiares.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: 1. Desenvolver o conhecimento dos jovens criando condições de desenvolvimento psicossocial utilizando a metodologia da arte da música, leitura e cultura, contribuindo para a profissionalização e formação de músicos. 2. Realizar atividades de educação ambiental através da técnica de reciclagem VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Benefício Eventual - BE


Responsável: Secretaria de Desenvolvimento Social

Metas: Atender necessidades advi9ndas de situações de vulnerabilidade temporária, com prioridade para crianças, idosos, portadores de deficiências, gestantes, nutris e casos de calamidade pública.

Indicadores: 405 atendimentos, 1 auxílio transporte, 100 cestas básicas,97 filtros, 1 auxílio fulneral, 13 auxílio documentação, 39 demandas de material de construção, 20 auxílio aluguel, 6 auxílio documentação, 128 cestas do PAA,

Resultados: Foram realizados 960 procedimentos de atendimento direto a população.


BPC - Benefício de prestação continuada


Responsável: Secretaria de Desenvolvimento Social

Metas: Transferência de benefício(1 salário mínimo), mensal para pessoas idosas (acima de 65 anos) e portadores de deficiência incapacitadas para a vida independente para o trabalho.

Indicadores: 155 pessoas atendidas: 68 idosos, 86 deficientes, 1 RMV - renda mensal vitalícia.

Resultados: São injetados R$ 1200.823,96 anualmente no município.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


BPC na Escola - Benefício de Prestação continuada na escola


Responsável: Secretaria de Desenvolvimento Social

Metas: Desenvolver ações intersetoriais visando garantir o acesso, e a permanência na escola, de crianças e adolescentes com deficiência, de zero a a 18 anos.

Indicadores: 50 beneficiários, sendo 34 inseridos na escola o que corresponde a 68% e 16 ainda não inseridos, o que corresponde a 32% do público alvo.

Resultados: Estão sendo realizadas busca ativa de localização para a inserção dos 16 beneficiários na rede municipal de ensino

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Carteira do Idoso


Responsável: Secretaria de Desenvolvimento Social

Metas: Cadastrar e emitir carteira do idoso, por meio do sistema de cadastro do SENARC. O serviço é oferecido a idosos acima de 65 anos através de atendimento no CRAS e na Secretaria de Desenvolvimento Social, solicitando o acesso ao serviço gratuito de deslocamento entre cidades.

Indicadores: Foram cadastradas e solicitadas 17 carteiras sendo 100% expedidas. Os pedidos são encaminhados ao Governo do Estado para análise e deferimento das mesmas.

Resultados: Os 17 pedidos que foram encaminhados ao Governo do Estado para análise foram deferidos.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


SCFV - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo


Responsável: Secretaria de Desenvolvimento Social

Metas: Complementar o trabalho social com as famílias e prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidade e risco social.

Indicadores: Ofertar atividades que contemplem as seguintes faixas etárias: 0 a 6 anos, 6 a 15 anos, 15 a 17 anos e acima de 60 anos. Meta de inclusão de público prioritário: 100 pessoas, capacidade de atendimento ofertada: 200 pessoas,

Resultados: Destacamos que o município recebe cofinanciamento para atendimento de até 200 usuários e o municipio cofinancia, 94 usuários com recursos próprios, totalizando 294 atendimentos

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Programa PAA - Programa de Aquisição de Alimentos


Responsável: Secretaria de Desenvolvimento Social

Metas: Atender famílias de baixa renda (cadastradas no Cadunico); beneficiar agricultores familiares; beneficiar entidades cadastradas no conselho de assistência social.

Indicadores: Foram atendidas cerca de 2.500 famílias; foram atendidas 34 entidades; beneficiados 24 agricultores familiares

Resultados: As famílias atendidas representadas pela respectivas entidades receberam doação de cestas de alimento proveniente da compra direta do pequeno agricultor. Foram transferidos cerca de R$124.000,00 para os agricultores familiares.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


NAE- Núcleo de Atendimento Especializado


Responsável: Secretaria Municipal de Educação

Metas: Identificar estudantes com necessidades educacionais especiais buscando um atendimento especializado, visando a sua inclusão e melhor aprendizado escolar. Além de buscar proporcionar uma vida social mais saudável.

Indicadores: - observações das equipes das unidades escolares; - observação dos especialistas do NAE.

Resultados: - melhoria no convívio escolar e social; - melhoria nos rendimentos cognitivos; - melhoria no quadro clínico/médico;

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Programa Esporte Educacional


Responsável: Secretaria Municipal de Educação

Metas: Oportunizar aos discentes atividades físicas buscando sempre um incentivo à pratica esportiva sem foco no esporte de alto rendimento.

Indicadores: - frequência nas atividades desenvolvidas; - resistência física; - desenvolvimento físico; - disciplina.

Resultados: - Melhoria no condicionamento físico dos estudantes; - maior interesse pela prática esportiva; - melhoria nas relações interpessoais dos discentes; -

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


PFC - Programa de Formação Continuada


Responsável: Secretaria Municipal de Educação

Metas: Capacitar os servidores que compõe todo o quadro da Secretaria Municipal de Educação. Melhorar os índices educacionais do município nas avaliações internas e externas. Possibilitar um serviço de excelência nas escolas e departamentos da Secretaria Municipal de Educação.

Indicadores: - resultados de avaliações internas e externas; - repercussão externa na comunidade; -

Resultados: Melhoria dos serviços didático-pedagógicos; melhoria dos serviços de atendimento das equipes administrativas; melhoria dos serviços prestados pelos setores ligados a secretaria municipal de educação.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


O dentista vai a sua escola


Responsável: Secretaria Municipal de Educação

Metas: incentivar hábitos bucais saudáveis; reduzir problemas bucais como cárie, tártaro e outros causados pela má escovação; desmistificar o mito do terror ao consultório dentário;

Indicadores: avaliação dos profissionais de saúde bucal; percepção visual de hábitos de escovação; feedback com a família.

Resultados: redução de incidência de problemas bucais; maior preocupação dos discentes e família com a saúde bucal;

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Palestra em combate ao mosquito Aedes Aegypti


Responsável: Secretaria Municipal de Educação

Metas: Sensibilizar estudantes e família para o combate ao mosquito; Conhecer sintomas das doenças causadas pelo mosquito; incentivar a busca do ambiente médico para possíveis tratamentos; reduzir focos de propagação do mosquito;

Indicadores: número de infecções pelo mosquito no município; percepção dos hábitos diários dos estudantes;

Resultados: estamos aguardando balanço de infecções pelo aedes aegypti da equipe da Saúde.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Projeto na Educação Infantil


Responsável: Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer

Metas: Envolver ludicamente criança no mundo da música, 3. Desenvolver a criação, a atenção, a sensibilidade, o encantamento, motivação e afetividade. 4. Compreender como a música é utilizada e como promove o desenvolvimento da comunicação e aquisição da linguagem pelas crianças. 5. Reconhecer valores musicais contextualizado com vivência de cada criança, estimulando o desenvolvimento corporal. Ter contato com a música popular brasileira. Reconhecer instrumentos musicais, e diferentes tipos de ritmos e sons.

Indicadores: O projeto será desenvolvido com base em: fotos, desenhos, mapas, músicas, modelagens com A argila, textos informativos (poesia, parlendas, entre outros), vídeos, representações, jogos, colagens, pinturas, recortes, tudo o que envolva o assunto de maneira lúdica e atrativa as crianças, tornando a aprendizagem mais prazerosa e significativa. Utilizando como base alguns materiais, tais como: CD de música Arca de Nóe, Os saltimbancos, Toquinho, Barney, Quem canta seus males estampas, Xuxa, Trem da Alegria, Adriana Calcanhoto,Eliana, Balão Mágico, Galinha Pintadinha, Kennedy, Mozart, DVD A Casa da Ruth, DVD Bebê Mais Sons, entre outro

Resultados: O produto final desse projeto será alem de apresentação coletiva para os pais e comunidade,mas também confecção de um livrinho,contendo as letras das músicas trabalhadas pelas crianças.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


CEMAFEST


Responsável: Secretaria Municipal de Educação

Metas: O CEMAFEST será um evento cultural onde os aprendentes, ensinantes e comunidade local poderão se expressar ou se manifestarem artisticamente, através da dança, poesia, círculos de leitura, música, pintura, teatro, etc. Resgatando e reinventado as ações pedagógicas o CEMAFEST promoverá a integração de todos de forma descontraída e criativa promovendo uma aprendizagem real e significativa somando de maneira dinâmica e criativa conhecimentos e descobertas. Com o proposito de explorar a musica os movimentos corporais, a pintura e demais manifestações culturais literárias, o presente projeto será aplicado aos aprendentes da EJA e comunidade local. O projeto CEMAFEST tem como objetivo incentivar a leitura e escrita, através do estudo das artes, utilizando os estilos musicais, a poesia, a parodia, a pintura e a literatura de cordel como ponto de partida para um aprendizado prazeroso e significativo;

Indicadores: OBJETIVOS ESPECÍFICOS ? Incentivar a pesquisa sobre os estilos musicais; poesia, dramatização e literatura de cordel; ? Envolver a comunidade local; ? Valorizar os artistas locais; ? Ampliar o repertório linguístico e literário; ? Oportunizar o uso da linguagem em diversas situações; ? Valorizar e aperfeiçoar a oralidade; ? Aprender a expressar-se num grupo; ? Recitar poesias ? Apresentar peças teatrais com temas trabalhados na sala de aula ; ? Envolver a comunidade externa na execução e apresentação de músicas; ? Compreender a linguagem artística como forma de expressão e comunicação;

Resultados: O processo de avaliação será contínuo e processual e acontecerá no decorrer do desenvolvimento do projeto e das realizações das atividades e apresentação dos trabalhos durante a preparação e execução do CEMAFEST.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Nossa gente, nossa cor:No balanço do nosso som!


Responsável: Secretaria Municipal de Educação

Metas: INTRODUÇÂO: ?A cultura gente só aprende quando faz perguntas e vai atrás de respostas?.Portanto, vamos questionar buscar, refletir e experimentar e difundir a cultura viva rítmica é maravilhosa de nossa gente. JUSTIFICATIVA: Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), a arte é uma forma de conhecimento que se manifesta por meio da experiência que vivemos ao produzir e apreciar a beleza. Sendo a musica e a dança duas das linguagens artísticas que mais nos encantam, assim nasce o Projeto: Nossa gente, nossa cor: No balanço do nosso som. Visando resgatar a cultura local seus ritmos, suas canções. Apropriando-se do que nos é inato para desenvolver um trabalho diversificado e prazeroso em que, musica,dança, leitura e escrita caminham de mãos dadas. Além de produzirmos ações afirmativas da cultura afro brasileira, ou seja da NOSSA CULTURA, DO NOSSO POVO, DA NOSSA GENTE.

Indicadores: ? Aprimorar a leitura e a escrita através de músicas, contos causos, ? Ler e interpretar as letras de algumas músicas ? Compreender as diferentes regras nos diversos níveis do convívio social; ? Propiciar a socialização entre alunos, professores e comunidade; ? Valorizar e difundir a cultura local; ? Respeitar as diferenças seja, cultural, econômica, física ou religiosa; ? Conhecer os Países, Estados e Capitais onde surgiram esses ritmos, através do mapa.

Resultados: O processo de avaliação requer acompanhamento do que é planejado, das ações em sala de aula e da aprendizagem dos alunos, utilizando-se instrumentos variados que permitam analisar tanto os alunos, quanto o próprio trabalho docente. Diante disto avaliaremos continuamente o desenvolvimento dos trabalhos através de seminários, produções escritas e orais, apresentações artísticas, dramatizações, coreografias entre outros

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Carnaval Cultural


Responsável: Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer

Metas: a grande festa da Cultura de Saubara o carnaval Cultural terá o palco da Rocinha, com eleição da Rainha e Rei Momo. Logo em seguida o Bloco Pau Galo ganha as ruas da cidade, espalhando alegria pelos quatro cantos de Saubara.

Indicadores: Com o objetivo de valorizar, fomentar e difundir as manifestações culturais e artísticas e preservar o patrimônio cultural no município

Resultados: comunidade fomentada pela cultura loca, não deixando tradições de anos ser esquecida e passada para outras gerações.

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários:


Caminhada Cultural


Responsável: Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer

Metas: Caminhada Cultural sintetizou a riqueza das manifestações históricas de Saubara. Herança de outras gerações. Jovens renovam a cultura saubarense.

Indicadores: Todas as culturas locais neste desfile, passará pelas ruas principais; Comunidade participativa; jovens participantes;

Resultados: interação interpessoal entre comunidade e funcionários da prefeitura

Informações Adicionais: I - Serviço Oferecido: II - Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar o serviço: III - Principais etapas para processamento do serviço: IV - Prazo máximo para prestação do serviço: V - Forma de prestação do serviço: VI - Forma de comunicação com o solicitante do serviço: VII - Locais e formas de acessar o atendimento: VIII - Prioridades de atendimento: IX - Tempo para espera do atendimento: X - Prazos para realização do serviço: XI - Mecanismos de comunicação com os usuários: XII - Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações: XIII - Fornecimento de informações acerca das etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização dos serviços, inclusive estimativas de prazos: XIV - Mecanismos de consulta, por parte do usuário, acerca das etapas, cumpridas e pendentes, para a realização do serviço solicitado: XV - tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento: XVI - Requisitos básicos para o sistema de sinalização visual das unidades de atendimento: XVII - Condições mínimas a serem observadas pelas unidades de atendimento, em especial no que se refere a acessibilidade, limpeza e conforto: XVIII - Procedimentos alternativos para o atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível: XIX - Outras informações julgadas de interesse dos usuários: